Fintechs: conheça 5 iniciativas brasileiras

As fintechs estão em alta no mercado brasileiro. Nos últimos anos, esse modelo de negócio se estabeleceu e se popularizou, especialmente entre os millenials e geração Z.

Você certamente já viu esse termo em algum lugar, mas sabe o que são fintechs? Elas são empresas nativas do mundo digital e o utiliza para oferecer serviços financeiros. Daí o nome fintech, junção dos termos financial technology, tecnologia financeira.

As fintechs atendem às necessidades específicas de um mundo comercial cada vez mais digitalizado e integrado à internet e aos serviços de nuvem. Conheça 5 fintechs brasileiras de ramos variados:

PicPay

A empresa nascida em Vitória, fundada em 2012, é uma das fintechs nacionais mais conhecidas do mercado. O PicPay é uma carteira digital que concentra serviços como pagamentos, transferências, recargas e criptomoedas, por exemplo. O app é gratuito e não exige taxa de ativação.

QuintoAndar

O QuintoAndar é um aplicativo de corretagem de imóveis, que permite a compra, venda ou aluguel de residências digitalmente. O app se popularizou por dispensar algumas burocracias que fazem parte do ramo imobiliário, como a necessidade de fiador ou depósito caução. O serviço está disponível atualmente em 9 cidades em São Paulo e Rio de Janeiro, além de Brasília. O cadastro é gratuito.

Contabilizei

Um escritório de contabilidade digital, disponível na palma da mão. É essa a proposta do Contabilizei, empresa que se coloca como a maior da América Latina no ramo. O aplicativo centraliza vários serviços para o pequeno e médio empreendedor, como abertura de empresa, consultoria especializada, Certificado Digital, etc. O Contabilizei possui planos a partir de R$109/mês.

Kinvo

O Kinvo é uma startup que fornece uma carteira de investimentos. As conexões com instituições bancárias permitem ao usuário centralizar a vida financeira no app, mensurando o retorno e a distribuição dos investimentos em ações. O Kinvo é gratuito, mas possui uma versão premium com funcionalidades exclusivas.

Sebrae

A lista de fintechs brasileiras vai ganhar uma novidade. O Sebrae, velho conhecido dos pequenos e médios empresários, foi autorizado pelo Banco Central a ser uma Sociedade de Crédito Direto, ou seja, poderá oferecer serviços como empréstimos. O aporte inicial para a fintech da Sebrae é de R$600 milhões. A empresa ainda não forneceu mais detalhes sobre a iniciativa.

LEIA MAIS:

Marvel SNAP é lançado; saiba como jogar
Conheça os cuidados ao escolher profissionais de Odontologia

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas
WordPress Ads