Gestão empresarial: a importância dela para o seu negócio

Em um mundo corporativo tão acirrado, onde cada decisão faz toda a diferença, ter uma gestão empresarial assertiva é de suma importância. No desafio de empreender, leva vantagem quem se organiza bem e está atento aos detalhes.

Uma gestão empresarial eficaz pode ser a diferença entre a longevidade de um negócio ou o seu fracasso. Segundo o Sebrae, 17,5% dos donos de empresas que fecharam acreditam que um planejamento apropriado do negócio evitaria a dissolução. 12,2% dos entrevistados acreditam que uma consultoria empresarial teria sido a solução, e 7,9% que uma gestão financeira mais eficaz teria evitado o fechamento.

Nesse cenário complexo, como saber quais caminhos seguir? O que pode alavancar as chances de sucesso da sua empresa?

Tipos de gestão empresarial

O primeiro passo para uma gestão empresarial eficaz é ter uma linha de trabalho bem definida. Existem basicamente três tipos de gestão mais utilizados: cadeia de valor, ciclo de inovação e ciclo PDCA.

Cadeia de valor

A proposta dessa metodologia, popularizada pelo renomado acadêmico dos negócios Michael Porter, é organizar todas as atividades realizadas no ciclo produtivo de uma empresa pelo valor gerado para ela e seus stakeholders: clientes, fornecedores, investidores, sociedade civil, etc.

As atividades são divididas em duas categorias: processos primários e processos de apoio. Essa organização permite que o gestor identifique os pontos críticos para o funcionamento do negócio e possa priorizá-los quando necessário.

Ciclo de inovação

Esse modelo de gestão, criado com base na Teoria da Inovação de Joseph Schumpeter, é totalmente voltado para as chamadas empresas disruptivas, que estão à frente do mercado quando se trata de inovação, pesquisa e desenvolvimento.

O ciclo de inovação consiste em 4 etapas: construção de conhecimento, insights sobre o conhecimento construído, experimentação das principais ideias e a implementação da inovação. Um modelo disruptivo não é aplicável a todos os tipos de negócio, por isso é bom ter cuidado.

Ciclo PDCA

O PDCA é um modelo de organização baseado no funcionamento cíclico das operações empresariais, que prevê 4 etapas: planejar(Plan), fazer(Do), verificar(Check) e corrigir/ajustar(Act, formando o acrônimo PDCA).

O planejamento, início do ciclo, estrutura todas as atividades a serem executadas, o que é a segunda parte do processo. Os resultados são verificados com a utilização de métricas especializadas, e, a partir delas, os ajustes necessários são feitos. A partir daí, o ciclo recomeça.

Ciclo PDCA. Imagem: Produtividade Máxima Desenvolvimento Humano e Profissional
Ferramentas de gestão

Independente do modelo de gestão utilizado por quem comanda um negócio, há uma miríade de ferramentas para auxiliá-lo a tomar as melhores decisões. Para facilitar a análise geral, o gestor pode contar com a matriz Canvas, o SWOT, Balanced Scorecard, matriz RACI, dentre outros.

Para lidar com projetos específicos, a empresa pode lançar mão do Diagrama de Kantt ou Kanban, por exemplo. Já se a demanda for mais específica, como o marketing por exemplo, o modelo PESO pode ser uma boa pedida.

Percebe a importância de se organizar na gestão empresarial? Ferramentas e matrizes são ótimos métodos, mas, em um mundo tão dinâmico como nos dias atuais, não são o suficiente.

A tecnologia é uma importante aliada do empreendedor nesse processo. Para otimizar processos e facilitar as operações corporativas, existem os Softwares de Serviço (SaaS). Conheça as SaaS e entenda sua funcionalidade nesse artigo do Tecnofanias.

LEIA MAIS:

Total
0
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas
WordPress Ads