A idosa que derrubou a internet de um país inteiro

Quando você lê a palavra “hacker”, qual figura vem à sua mente? Provavelmente um jovem encapuzado, escondido em um quarto digno de bunker, não é? Pois foi uma senhora de 75 anos quem conseguiu uma proeza capaz de fascinar até o mais habilidoso dos hackers: desconectar 90% de um país da internet.

A façanha foi realizada em 2011 por Hayastan Shakarian, camponesa de Armazi, uma cidadezinha no coração da Geórgia (o país, na região do Cáucaso). A idosa vivia coletando lenha na floresta para uso doméstico – e fios de cobre para vender, quando os encontrava. Ao garimpar perto dos trilhos da ferrovia local, encontrou um cabo e decidiu levá-lo.

Hayastan Shakarian, a idosa que desconectou o Cáucaso com seu serrote.

O que a georgiana não contava era que o cabo em questão não era de cobre, e sim um cabo de fibra óptica conectado à Europa continental pelo Mar Negro. O cabo era responsável pela conexão de internet da Geórgia e também da Armênia, país vizinho, antes de ser parcialmente rompido pelo serrote de Shakarian.

O dano afetou a internet de ambos os países, chegando a comprometer 90% das conexões na Armênia por 12 horas. Ao ser localizada pelas autoridades, a idosa afirmou que nem sabia o que era internet. Shakarian chegou a ser indiciada por destruição de propriedade, mas foi absolvida pela idade e ingenuidade diante do caso.

A história da “hacker” camponesa deixa um alerta: por mais interconectado que seja nosso mundo, ainda dependemos de cabos físicos para fazer o trabalho duro – e eles têm suas vulnerabilidades. Ah, o plot twist da história? Hayastan, o primeiro nome da idosa, significa Armênia em armênio…

LEIA MAIS:

Total
0
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas
WordPress Ads