Microsoft comprou a Activision-Blizzard… e agora?

Estamos vivenciando uma nova era do mundo dos games. Boa? Ruim? Só o tempo dirá.


A poeira finalmente baixou e podemos comentar com uma visão mais direta sobre tudo o que tem rolado em torno da aquisição que chacoalhou o mundo.

Pra quem não sabe, a Microsoft adquiriu a Activision-Blizzard por US$ 70 bi. Agora, sob o guarda-chuva do titio Gates, estão os jogos Diablo, Call of Duty, Starcraft e Candy Crush

Por um lado, teremos a possibilidade de dezenas de títulos chegarem ao serviço de games da empresa, o Xbox Game Pass. Dentro da desenvolvedora, são mais de 35 títulos diferentes. Isso agrega (e muito) valor ao produto e deixa os assinantes felizes – é a chamada situação “win-win”. Ela também terá debaixo da manga um mercado ainda não explorado pelas suas equipes, o dos jogos mobile.

Para se ter uma ideia, o Candy Crush, que agora também é da Microsoft, rendeu US$ 1.19 bilhões somente em 2020. Some a todos os outros produtos e voilà, a transação se mostra muito lucrativa.

Mas o mercado também está com um pé atrás após a negociação. Enquanto que, por um lado, isso move o mercado pra frente – já que o valor foi tão alto que até mesmo a mídia tradicional noticiou, por outro transforma a Microsoft numa gigante do monopólio. Não tem nem dois anos que ela adquiriu outra grande empresa dos games, a Bethesda.

E você, acha que o monopólio da Microsoft será benéfico ou maléfico para o mercado¿ Deixa aí nos comentários!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens relacionadas
WordPress Ads