Resident Evil 4 Remake: o que esperar do remake mais aguardado de 2023

resident evil

Resident Evil 4 é um dos jogos mais aclamados da história dos videogames, e não é para menos. Lançado originalmente em 2005, o título revolucionou o gênero de ação e terror com uma jogabilidade dinâmica, uma história envolvente e gráficos impressionantes para a época. Agora, quase duas décadas depois, os fãs poderão reviver essa experiência de uma forma totalmente nova com o Resident Evil 4 Remake, que chega nesta sexta-feira (24) para PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S e PC.

Mas o que esperar desse remake? Será que ele vai conseguir superar ou pelo menos igualar o impacto do jogo original? Quais são as principais novidades da nova versão?

A história reimaginada para Resident Evil 4 Remake

A trama de Resident Evil 4 Remake segue a mesma premissa do jogo original: Leon S. Kennedy, um dos sobreviventes do incidente de Raccoon City, é enviado à Europa para resgatar a filha sequestrada do presidente dos Estados Unidos. No entanto, ao chegar em uma vila isolada na Espanha, ele se depara com uma situação muito mais complicada do que imaginava: os aldeões estão sob o controle de um culto religioso chamado Los Illuminados, que planeja usar um parasita chamado Las Plagas para dominar o mundo.

No entanto, segundo os produtores do remake, a história foi reimaginada para trazer novos elementos e surpresas até mesmo para os fãs mais fanáticos do jogo original. Isso significa que podemos esperar novos personagens, cenários, diálogos e acontecimentos que vão expandir e enriquecer a narrativa de Resident Evil 4. Além disso, o remake também vai explorar melhor as conexões entre Resident Evil 4 e os outros jogos da franquia, especialmente Resident Evil Village.

Jogabilidade modernizada

Outro aspecto que promete chamar a atenção no Resident Evil 4 Remake é a jogabilidade modernizada. O jogo original foi pioneiro ao introduzir uma câmera sobre o ombro do protagonista e um sistema de mira livre que permitia atirar em diferentes partes dos inimigos. Essas mecânicas foram mantidas no remake, mas com melhorias e ajustes para torná-las mais fluidas e intuitivas.

Além disso, o remake também traz novidades como um inventário mais prático e organizado; um sistema de upgrades mais variado e personalizável, uma maior interação com os cenários, novas armas e itens, novos tipos de inimigos, novas formas de combate corpo-a-corpo, novos modos de jogo e outras coisas que só jogando para saber.

Visual deslumbrante para um remake

Também temos o visual deslumbrante do Resident Evil 4 Remake. O jogo foi desenvolvido usando a RE Engine, a mesma tecnologia usada em Resident Evil Village. Isso significa que podemos esperar gráficos incrivelmente detalhados e realistas tanto nos personagens quanto nos ambientes.

O remake também aproveita todo o potencial das plataformas da nova geração (PS5 e Xbox Series X|S) para oferecer uma performance otimizada: resolução em até 4K nativo, taxa de quadros em até 60 fps, tempo de carregamento reduzido, suporte ao áudio espacial Dolby Atmos e até mesmo suporte ao feedback háptico do controle DualSense (no PS5). Quando o assunto é remake, a Capcom não brinca em serviço.

LEIA MAIS:

TikTok pode ser banido nos EUA; entenda – Tecnofanias

Redfall ganha trailer dublado que conta mais da história – Tecnofanias

Total
0
Shares
2 comentários
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas
WordPress Ads