Saiba como declarar criptomoedas no seu imposto de renda

Internet não é terra sem lei, viu?


A febre do momento é investir nas moedas virtuais, como bitcoin, ethereum, litecoin e memecoins. Mas é preciso tomar cuidado: apesar de ser um processo livre de legislação, ou seja, não tenham nenhuma regulamentação direta e global, ainda é preciso declarar de forma direta no seu imposto de renda.

Calma, vou te explicar.

To The Moon Meme GIF by Shibetoshi Nakamoto
Oh a Dogecoin aí!

Digamos que você movimentou R$ 34.999 mensais em criptomoedas no ano passado. Apesar de não haver tributação, você vai precisar declarar no IR, já que agora há uma categoria específica para isso, a das criptomoedas. Agora, se o valor foi acima de R$ 35 mil mensais, você vai, sim, precisar pagar o valor referente ao imposto. No app, por exemplo, você vai precisar declarar quanto enviou ou recebeu e o CNPJ ou CPF para o qual enviou ou recebeu.

Ah, vale ficar ligado que também é preciso se atentar até mesmo se a moeda não foi convertida em reais, já que elas também são consideradas como criptoativos, viu? Tem bitcoin na carteira e enviou ou recebeu? Também precisa declarar. 

Se as movimentações foram até 5 milhões de reais, o imposto é de 15%. E se você movimenta esse valor todo e lê a gente, pode entrar em contato para enviar um pouquinho pro projeto, não acha? 

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens relacionadas
WordPress Ads