Tá tudo muito caro! (mas tem um motivo)

Se você comprou uma cadeira gamer antes da pandemia, parabéns: muito sortudo.


A gente tem vivido um momento singular na história. Diferente da época da Gripe Espanhola, a COVID surgiu em um contexto histórico e econômico completamente diferente: agora, a relação entre empresas e matéria-prima depende de muitas variáveis, incluindo uma logística sofisticada. Com o avanço tecnológico, novos materiais são utilizados e nem sempre estão disponíveis a rodo no mercado.

E, como a gente estudou no colégio, existe a lei da oferta e da demanda. Se há pouca oferta e muita demanda, os valores tendem a subir. O contrário também é válido.

Shocked Price Tag GIF
Calma lá, meu patrão!

Um exemplo claro e que apresenta muito bem o panorama geral é a escassez de silício. Vou tentar explicar de forma didática: do nada, milhões de pessoas precisaram trabalhar de casa, mas não tinham equipamento necessário.

Com a alta demanda repentina, o mercado não conseguiu acompanhar e os preços começaram a aumentar.

Empresas como Intel, AMD e NVidia precisaram aumentar a produção, mas não encontravam a matéria-prima no mercado. O resultado? Trava na produção global.

Tudo que depende de algum componente eletrônico ficou mais caro. Um notebook que custava 2 mil reais, por exemplo, agora chega a custar até 4 mil.

E se você parar para olhar, não foi apenas o preço que subiu… Tudo tem esgotado muito rápido. Cadeiras de escritório, por exemplo, tiveram um aumento na procura que, por consequência, fez com que os valores aumentassem bastante.

animation loop GIF by Matthew Butler
Into the Matrix

Uma cadeira “gamer” no final de 2019 custava quase metade do preço que ela é comercializada atualmente.

E a tendência, aparentemente, é que isso não mude tão cedo. Em uma pesquisa realizada pela PBS, o desabastecimento temporário nos Estados Unidos voltou aos níveis pré-pandêmicos, mas, por outro lado, os desabastecimentos permanentes – ou seja, de produtos que demandam um tempo maior para serem produzidos – têm aumentado gradativamente.

E você, como enxerga todo este panorama? Comenta aí!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens relacionadas
WordPress Ads